• Logotipo FIES

    As faculdades particulares de Medicina têm mensalidades variáveis, geralmente acima de 5 mil reais por mês. Para possibilitar aos estudantes o acesso aos recursos para arcar com os custos de sua formação, existem programas de financiamento estudantil, como o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil). Atualmente, existem mais de 500 mil estudantes beneficiados pelo FIES no Brasil.

    Para ter acesso ao FIES, o aluno precisa estar matriculado em um curso superior de graduação não gratuito. Ou seja, a elegibilidade é apenas após a aprovação no vestibular e matrícula na instituição. Além disso, a instituição precisa estar cadastrada no programa e ter uma avaliação positiva nas avaliações conduzidas pelo MEC. Muitas faculdades particulares têm em seus sites orientações de como o aluno deve proceder para obter o FIES.

    O financiamento, que pode ser realizado em qualquer época do ano, é feito pelo Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, e os alunos que podem participar devem ter uma renda bruta familiar de até 20 salários mínimos (R$ 14.480,00). É necessária uma comprovação de que a mensalidade do curso compromete pelo menos 20% da renda familiar e também a apresentação de um fiador para o financiamento. O percentual de financiamento varia de acordo com a renda familiar e pode ser parcial (50% ou 75%) ou integral, com taxa de juros de 3,4% ao ano.

    O Enem é pré-requisito obrigatório para o aluno, porém não existe uma nota mínima para ser elegível no FIES. O pagamento do curso financiado pode começar até 18 meses após a conclusão do curso e pode ser parcelado em até três vezes o período financiado do curso, acrescido de 12 meses.

    Existe um abatimento mensal de 1% do saldo devedor para médicos formados que utilizaram do FIES. Para entender melhor os pré-requisitos, consulte o site http://fiesmed.saude.gov.br.

    Para se inscrever no FIES, o aluno deve acessar o site http://sisfiesportal.mec.gov.br/ e seguir o passo a passo. O estudante deve também comparecer à instituição de ensino escolhida para validar o cadastro e depois comparecer a uma agência bancária do Banco do Brasil ou Caixa Econômica para formalizar a contratação do financiamento.

    A seguir, há alguns links que podem auxiliar nesse processo:

    http://tudosobrefies.blogspot.com.br
    http://www.blogdofies.com.br/
    www.brasil.gov.br/educacao/2013/04/medicos-e-professores-poderao-abater-divida-do-fies-com-trabalho-na-rede-publica

Assuntos Relacionados