• Dentro da preparação para os grandes vestibulares, o aluno deve ser avaliado para que consiga conduzir melhor os estudos e aprimorar as técnicas e estratégias de como realizar boas provas. Assim, o simulado torna-se uma ferramenta indispensável.



    Pensando nessa preparação, elaboramos ciclos de simulados para a turma Medicina, que são conjuntos de provas com o mesmo formato dos vestibulares, incluindo todas as suas fases. São provas objetivas e dissertativas, que simulam as avaliações da Fuvest, da Unicamp, da Unifesp e do Enem, com o mesmo número de questões, tempo de prova e dias de aplicação.

    Com os ciclos dos simulados, os alunos se familiarizam com o estilo e o formato dos vestibulares, enfrentam questões inéditas e aprendem a controlar as expectativas e a pressão do tempo de prova.

    Os simulados são distribuídos ao longo do ano, de acordo com o calendário do Poliedro, que é preparado para que o vestibulando tenha contato com todo o conteúdo programado antes dos vestibulares. Dentro desse calendário, pensamos também em uma estrutura que concilie trabalho e descanso. Assim, os feriados e as pausas são programados para possibilitar o descanso adequado ao estudo.

    Além da programação regular, esse calendário conta ainda com o período de revisão, no qual direcionamos o trabalho para as 1ª e 2ª fases dos grandes vestibulares do país.


    Um dos cuidados mais importantes durante os estudos, além do acompanhamento das notas, está na correção das questões e conferência das resoluções esperadas pelos professores. No Poliedro, o aluno, após cada simulado, tem acesso a informações como:

    • Comparativos de notas e rendimento entre alunos da sua própria turma e outros alunos do Sistema de Ensino Poliedro.
    • Quadro de notas comparando sua média com a média da turma, detalhando matéria por matéria.
    • Resolução de todas as questões aplicadas nos simulados.
    • Orientação e guia de estudo para cada erro cometido no simulado, indicando o livro, o conteúdo e os exercícios que devem ser realizados para sanar as deficiências.

    Dessa maneira, o aluno treina as matérias que estudou, consegue esclarecer suas dúvidas, corrigir pontos fracos e ter mais sucesso nas próximas provas.

Assuntos Relacionados