• Ao analisar a evolução dos vestibulares, é possível perceber a complexidade na preparação do aluno para a prova de Medicina, pois cada uma traz um método de seleção diferente. Essa variação entre as instituições pode ser na quantidade de questões, no tempo de prova, no estilo de redação, nos critérios de correção, na quantidade de questões dissertativas × objetivas, na adoção ou não do Enem e nos níveis de dificuldade das provas.

    Dentre as diferenças citadas, a quantidade de questões por prova e o peso de cada disciplina influenciam bastante na importância de cada uma das matérias na nota final do aluno. Consequentemente, isso afeta a estratégia e a preparação, pois é necessária uma dedicação diferenciada nos estudos das disciplinas que pesam mais na composição da nota final no vestibular.

    A nota final pode ser calculada a partir de informações contidas nos manuais do candidato e apresentam a quantidade de questões por prova e o peso de cada uma para a carreira de Medicina.

    O gráfico a seguir mostra a composição da nota final dos alunos de 3 grandes instituições do Estado de São Paulo.

    Composição da nota final dos alunos para a carreira de Medicina

    Português e Redação

    Representando mais de 30% da nota final do candidato, essa é a matéria que mais pesa na maioria dos vestibulares do país. Um bom desempenho nas questões de Literatura, Gramática, Interpretação de Texto e na prova de Redação é essencial para a aprovação em uma carreira tão concorrida e decidida nos mínimos detalhes como a Medicina.
    A carga horária da turma Medicina está alinhada com essa importância e com o peso dessas matérias nos principais vestibulares do estado. Além disso, no Poliedro, os alunos são orientados a escrever redações semanais, que visam à prática e ao desenvolvimento dessa matéria tão complexa.

    História e Geografia

    Na prova da Unifesp, História e Geografia apresentam os menores pesos finais na média do vestibulando, e suas questões são similares àquelas que se encontram em um dos dias de prova do Enem.
    Já no vestibular de Medicina da Unesp, essas matérias apresentam um peso muito importante, perdendo apenas para a prova de Português. A Unesp possui apenas uma prova única, de conhecimentos específicos de Ciências Humanas, elevando o peso dessas matérias na nota final.

    Matemática

    A prova de Matemática traz uma grande variação de pesos, dependendo da universidade. Enquanto essa disciplina representa apenas 7% para a carreira de Medicina na Fuvest, para o vestibulando da Unifesp ela representa 17%.
    Na Unifesp, o processo seletivo é composto de muitas questões do Enem e questões dissertativas de conhecimentos específicos de Matemática.

    Inglês

    Inglês tem se mostrado uma matéria essencial nos vestibulares. Embora não tenha peso elevado na Fuvest, na Unifesp essa disciplina contribui mais para a média final do que História ou Geografia.
    Na Unesp, Inglês ultrapassa o peso final de matérias clássicas como Física, Química, Biologia e Matemática.
    Com todas essas diferenças, o foco dos estudos muda em função do vestibular priorizado por cada aluno. Uma vez isso estabelecido, logo o estudante deve concentrar-se nas matérias que pesam mais e que apresentam mais dificuldades.

    Atenção: Mesmo com o direcionamento das disciplinas e considerando que cada questão pode fazer diferença na aprovação, nenhuma matéria pode ser negligenciada no ano de estudos.

    Enem

    Para as faculdades que adotaram o Enem como vestibular único, o peso das matérias pode mudar, já que cada instituição pode fornecer uma ponderação diferente para cada prova do Enem.
    Um exemplo disso está na prova de Redação, que, na UFRJ, pesa 33% da nota final de Medicina, enquanto, para a prova de Medicina da UnB, esse peso não passa de 8%.

    Composição da nota final dos alunos para a carreira de Medicina

    Durante as aulas, os professores do Poliedro irão detalhar as questões, as estratégias e os métodos de estudo para o seu sucesso em cada um dos vestibulares. O material didático auxilia muito nesse processo de familiarização e preparação para as provas e na confecção de um plano de estudos eficiente.



    Rodrigo Fulgêncio
    Coordenador da Turma Medicina
    Sistema de Ensino Poliedro

Assuntos Relacionados