• No início do ano letivo, existem 3 questionamentos fundamentais que auxiliam a direcionar o rendimento e o aproveitamento escolar:

    • Como aproveitar de maneira produtiva as aulas?
    • Como planejar a semana e organizar a rotina diária?
    • Quais os métodos mais eficientes de estudo?

    A coordenação da turma Medicina do Poliedro detalha esses tópicos em uma das primeiras palestras do ano sobre Plano de Estudos:

    • Como aproveitar de maneira produtiva as aulas?

      • Nas primeiras semanas, é importante gerenciar a ansiedade e se dedicar ao estudo dos tópicos iniciais dados pelos professores, por mais que alguns sejam realmente básicos. As matérias do início do ano são fundamentais para resolver questões de assuntos mais complexos que serão ensinados depois. Não pule etapas, seja paciente.

        Durante as aulas, não se adiante no conteúdo e não estude outras matérias. A atenção total ao que o professor está explicando é importantíssima no processo de aprendizagem e fixação de conteúdo. Cuidado com conversas paralelas e desligue-se do celular e de outras atividades que possam interromper a sua atenção nas aulas. Tenha foco!

        Copiar a matéria é essencial, pois auxilia na aprendizagem e aumenta a retenção do conteúdo. O caderno é também um importante guia de estudos, inclusive para revisão no final do ano. Existem estudos que comprovam que a escrita à mão ajuda a fixar mais dados. Porém, tome cuidado com excesso de capricho (utilizar muitas canetas coloridas diferentes e fazer todos os desenhos com régua, por exemplo) para não perder muito tempo copiando. O entendimento do que está escrito é mais importante do que a estética.

        Descanse no intervalo entre as aulas, pois isso vai te ajudar a se concentrar melhor durante a explicação dos professores.

        Amizades no cursinho são importantes e ajudam muito neste ano difícil e estressante. O clima na sala de aula não pode ser competitivo, mas sim colaborativo.

        Confie na equipe de professores do Poliedro. Eles são profundos conhecedores dos vestibulares e sabem o caminho para a aprovação. Esclareça sempre que possível as suas dúvidas durante as aulas e siga a recomendação de estudos para casa.

        Faça o possível para não faltar às aulas, pois todo tempo faz a diferença. Ao resolver muitas das questões dos vestibulares, você irá lembrar das aulas e da explicação dos professores. Perder aulas ou simulados por conta de eventos, como viagens, festas, passeios, casamentos, pode prejudicar suas chances de aprovação.

    • Como planejar a semana e organizar a rotina diária?

      • A organização da rotina de estudos é essencial para não se perder durante o ano. A matéria atrasada aparece quando não existe um planejamento eficaz do que deve ser estudado em cada momento do dia.

        Um bom plano de estudos tem as seguintes características:

        • Uma carga horária de estudos pós-aulas adequada. Em geral, uma rotina de 30 horas de estudos semanais é uma boa meta, o que gera uma média de 5 horas de estudos por dia;
        • Inclusão de todas as matérias e frentes, priorizando tópicos que mais pesam no vestibular e que o aluno tem mais dificuldade. O guia sobre Peso das Matérias pode auxiliar no direcionamento inicial de quantas horas por semana devem ser dedicadas para cada frente, e os simulados ajudam a diagnosticar as matérias que precisam de mais foco, baseando-se nas deficiências individuais;
        • Distribuição das matérias de maneira intercalada. Por exemplo, em uma tarde pode ter biologia, história e matemática, em vez de só matemática em todo o período;
        • Não obrigatoriedade de estudar a matéria dada pelo professor exatamente no mesmo dia em que ele a lecionou. Porém, é essencial que a matéria seja vista, em algum dia da semana, antes de ter aula novamente com o mesmo professor;
        • Um tempo adequado para o sono, sendo que a faixa de 6-8 horas diárias funciona bem para a maioria das pessoas;
        • Algumas horas da semana destinadas ao descanso e às atividades para descontrair. Atividades físicas são possíveis, mas não obrigatórias. É um ano de sacrifícios, então a vida social deve ser bastante reduzida e bem programada para que o foco seja as aulas e os simulados.
        Lembre-se: o plano de estudos é uma referência e deve ser ajustado toda a semana, já que, mesmo dentro de uma matéria e frente, os assuntos podem ter nível de dificuldade variável ao longo dos dias. Em uma semana podem ser necessárias 2 horas de estudo para uma frente, enquanto em outras semanas 1 hora já é suficiente para a mesma frente. Adapte o plano de estudos às necessidades semanais.

        É importante fazer o possível para seguir o planejamento de estudos. Muitas vezes, temos a tendência de extrapolar as horas de estudo previamente estabelecidas para uma determinada matéria por conta de alguma dificuldade pontual. É fundamental entender que todas as matérias precisam ser estudadas ao longo da semana.

        Caso não dê tempo de resolver todos os exercícios recomendados para casa pelos professores, faça uma amostra dos problemas. Pela elevada quantidade de exercícios disponíveis no material didático do Poliedro, é inviável resolver todos durante o ano, por isso é interessante que se resolva mais exercícios das matérias que você possui mais dificuldade.

        Em um ano corrido, a tendência é ingerir comidas mais rápidas e, muitas vezes, não muito saudáveis. Procure controlar a alimentação na medida do possível, pois a sua saúde física depende bastante do seu cardápio diário.

    • Quais os métodos mais eficientes de estudo?

      • Uma pesquisa feita por um grupo de psicólogos americanos comprovou que os métodos favoritos de se preparar para provas escolares não são os que garantem os melhores resultados.

        Alguns métodos utilizados pelos estudantes, como fazer resumos, grifar textos, ler muitas vezes o mesmo conteúdo e realizar “decorebas”, não são tão eficientes. Distribuir o estudo ao longo do ano, intercalando matérias e resolvendo exercícios (seja nos simulados ou no estudo individual no tempo livre), é a maneira mais eficiente para o aprendizado.

        Inicie os estudos lendo o caderno com suas anotações e a teoria dos livros. Feito isso, foque nos exercícios, em nível crescente de dificuldade. Todas as matérias são fixadas de maneira mais eficiente resolvendo questões, tanto em simulados quanto no estudo individual pós-aula. Não deixe de fazer várias questões também em matérias como História, Geografia, Biologia e Português.

        Não comece pelos exercícios mais complicados, porque é importante construir uma boa base antes de avançar para os problemas mais difíceis. E não desista nas primeiras dificuldades. A agilidade na resolução das questões vem com muito treino, dedicação e empenho. Não é uma questão de genialidade, mas sim de prática e muito estudo.

        É importante também tomar cuidado para não perder muito tempo em apenas uma questão. Se passar 10 minutos e não conseguir resolver um exercício, pule para o próximo. Depois, tire suas dúvidas no plantão ou consulte as resoluções das questões do material na internet.

        Procure um ambiente de estudos tranquilo para que você tenha o menor número possível de distrações. Não existe problema em ouvir música nesse processo. O importante é encontrar a situação que lhe deixe mais confortável e focado.

        O estresse é algo comum, principalmente para quem nunca teve um ritmo de estudos tão forte. Tenha paciência, pois esses momentos são cíclicos na vida do vestibulando.

        Ao longo do ano, é normal ter incertezas e inseguranças. O medo de não passar aparece para todos, porém tente manter o foco. Encontre elementos que te motivam a atingir o sonho de ser médico e utilize-os para se manter estudando. Pode ser fotos da faculdade dos sonhos, fotos na bancada de estudos, ver ocasionalmente vídeos motivacionais ou realizar visitas no campus da faculdade, por exemplo. Supere seus limites e seja ambicioso. Confie em você e nas suas capacidades! Desejamos sucesso na sua jornada de estudos.



    Rodrigo Fulgêncio
    Coordenador da Turma Medicina
    Sistema de Ensino Poliedro

Assuntos Relacionados